Arquivo para junho, 2007

O Longo Silêncio – by John Stott

Posted in Isto é interessante on junho 21, 2007 by rafaelvictor

cruz_mosteiro.jpg

No fim dos tempos, bilhões de pessoas estavam espalhadas numa grande planície perante o trono de Deus.

A maioria fugia da luz brilhante que se lhes apresentava pela frente. Mas alguns grupos falavam animadamente- não com vergonha abjeta, mas com beligerância.

“Pode Deus julgar-nos? Como pode Ele saber acerca do nosso sofrimento?” perguntou uma impertinente jovem de cabelos negros. Ela rasgou a manga da blusa e mostrou um número que lhe fora tatuado num acampamento de concentração nazista. “Nós suportamos terror… espancamentos…tortura…morte!”

Em outro grupo um rapaz negro abaixou o colarinho. “E que dizer disto?” exigiu ele mostrando uma horrível queimadura de corda. “Linchado…pelo único crime de ser preto!”

Em outra multidão, uma colegial grávida, de olhos mal criados.”Porque devo sofrer?” murmurou ela.”Não foi culpa minha.”

Por toda a planície havia centena de grupos como esses. Cada um deles tinha uma reclamação contra Deus por causa do mal e do sofrimento que ele havia permitido no seu mundo. Quão feliz era Deus por viver no céu onde tudo era doçura e luz, onde não havia choro nem medo, nem fome nem ódio. O que sabia Deus acerca de tudo que o homem fora forçado a suportar neste mundo? Pois Deus levava uma vida muito protegida diziam.

De modo que cada um desses grupos enviou seu líder, escolhido por tersido o que mais sofreu. Um judeu, um negro, uma pessoa de Hiroshima, um artrítico horrivelmente deformado, uma criança talidomídica. No centro da planície tomaram conselho uns com os outros. Finalmente estavam prontos pra apresentar o seu caso.

Antes que pudessem qualificar-se para ser juiz deles, Deus deve suportar o que suportaram. A decisão deles foi que Deus devia ser sentenciado a viver na terra – como homem!

“Que ele nasça judeu. Que haja dúvida acerca da legitimidade do seu nascimento. Dê-se-lhe um trabalho tão difícil que, ao tentar realizá-lo, até mesmo a sua família pensará que está louco. Que ele seja traído por seus amigos mais íntimos. Que ele enfrente acusações falsas, seja julgado por um júri preconceituoso, e condenado por um juiz covarde. Que ele seja torturado.

Finalmente, que ele conheça o terrível sentimento de se estar sozinho. Então que ele morra. Que ele morra de forma que não haja dúvida de que morreu. Que haja uma grande multidão de testemunhas que o comprove.”

E quando o último acabou de pronunciar a sentença, houve um longo silêncio. Ninguém proferiu palavras. Ninguém se moveu. Pois de súbito todos sabiam que Deus já havia cumprido a sua sentença.

Anúncios

E quanto mais profundo eu puder mergulhar, para os sonhos do Teu coração desvendar eu irei…

Posted in Letras de Música on junho 16, 2007 by rafaelvictor

215-mergulho-garajau_gr.jpg

Acho que se…

Posted in Pensando... on junho 11, 2007 by rafaelvictor

Acho que se as pessoas parassem um pouco com sua teimosia em ficar longe de Deus, a história poderia ser diferente…

Se elas parassem e pudessem prestar atenção no amor que Ele vai tentando nos demonstrar dia após dia. Acho que aqueles que se sentem desprezados sentiriam valor nas suas vidas, não haveria rejeitados, depressões, lágrimas de dor…

Mas as pessoas não estão dispostas a ver…

O ego não deixa…

Elas evitam o confronto e sem saber se deixam ser derrotadas…

Existe amor e como existe…

Mas é preciso VER…

É preciso ver o cuidado, o livramento, a proteção que Deus tem nos dado…

É preciso abandonar o sentimento de injustiçados, de pobres coitados, de autocomiseração, de vida sofrida porque aconteceu isso e aquilo e ver que tem alguém que quer nos ajudar por pior que seja a situação…

Pare e perceba…

Existe um amor que lança fora todo medo.

Que nos dá a ousadia necessária para caminhar….

É tempo de se render a este amor…

Até a próxima…

Amor

Posted in Minhas idéias on junho 2, 2007 by rafaelvictor

amor.jpg

Amor…

Ás vezes é difícil defini-lo, quando vc ama e é amado talvez as definições percam um pouco de valor…

A vida que não tem amor, é vazia, infeliz, sombria,seca…

Talvez essa seja a razão do mundo estar assim hoje.

O amor está acabando, está desaparecendo. Talvez alguns digam que amam, mas estão longe do amor genuíno, e o que dizem ter é apenas algo totalmente distorcido vindo do seu próprio interesse.

Amor é muito mais do que palavras. É atitude.

É muito mais do que um sentimento. É uma decisão.

Não é apenas algo que nos alegra. Mas ás vezes ele se tornará um pesado sacrifício.

A história é sempre a mesma. Queremos ser amados, mas não somos dispostos a amar.

Queremos mudança no mundo, mas não amamos o próximo.

Querer infelizmente não é poder…

Quando decidimos amar, muita coisa muda…

Mas como amar verdadeiramente?

Devemos nos espelhar naquele que amou a todos sem exceção. Mesmo os que queriam apedrejar, os que o traíram, os que o negaram, os que o mataram. Ele ainda se sacrificou por estes…

Jesus não disse muitas palavras de amor, mas deu uma vida em nosso favor..

Isso fala mais que qualquer coisa.

Mas ainda somos cegos a isso…

Isso é amor verdadeiro.

Amor é doar-se, é sacrificar-se.

Mas hoje esse conceito foi distorcido.

Os interesses, as aparências, o dinheiro, o sexo fala mais alto…

Existe uma música que eu gosto muito que diz que o verdadeiro amor só nasce quando o falso é repudiado.

Quando abandonamos nosso egoísmo, nosso eu, nossos interesses, toda nossa mente retardada, todo nosso conceito errado, aí sim nasce algo verdadeiro a semelhança do amor de Deus.

Muitas vezes olhei pra mim mesmo e vi que não sabia amar…

Estava bem longe disso.

Hoje ainda estou aprendendo, mas já dei alguns passos…

Ame.

Mas ame segundo o amor de Deus.

O amor tudo suporta. Tudo crê. Tudo espera.

Um grande abraço a todos que aparecem por aqui…